Single Blog Title

This is a single blog caption

O Cariri Carioca

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter

Lá pelo inicio da década de 70, presumo, um cidadão, sargento da Marinha, que atendia, com muita simplicidade, pela alcunha de Negão, em viagem a serviço pelo Estado do Ceara, mais precisamente, na cidade do Cariri, ao retornar e, em visita ao então Vale dos Mineiros, onde morou posteriormente, fez a comparações que forçou a mudança do nome de Vale dos Mineiros para Cariri.


Lá pelo inicio da década de 70, presumo, um cidadão, sargento da Marinha, que atendia, com muita simplicidade, pela alcunha de Negão, em viagem a serviço pelo Estado do Ceara, mais precisamente, na cidade do Cariri, ao retornar e, em visita ao então Vale dos Mineiros, onde morou posteriormente, fez a comparações que forçou a mudança do nome de Vale dos Mineiros para Cariri.

Curiosamente, o Cariri Carioca serviu, por muitos anos, como moradia de um cidadão que, podemos chamar de Carioca de Ipú (CE).  Gonçalo Ferreira da Silva. Comparar Cariri de lá com o Cariri de cá eu não saberia, pois não conheço o de lá.  Porém, aqui nasci e me criei e, posso até afirmar, que me espelhei em uma pessoa publica daquele Cariri longincuo que sequer conheço, mas fico feliz de ter nascido no daqui.  Fato é que no Cariri do Engenho e Dentro, situado no complexo Camarista Meier, morou o tal cidadão que vos descrevi lá no topo:  Gonçalo Ferreira da Silva, do Cariri longicuo e presidente fundador da Academia Brasileira da Literatura de Cordel. 

Aqui no Rio de Janeiro o Cariri está situado na Serra dos Pretos Forros e serviu de moradia ou de frequencia de muitos nomes que ajudaram a construir nossa história em tdos os sentidos: social, cultural, histórica, entre outros.  A Serra foi por longos anos moradia de pessoas ilustres como:  Martinho da Vila, Antonio Carlos Mussum, Elza soares, Catulo da Paixão Cearense, Lima Barreto.  Isso tudo sem esquecermos do precursor disso tudo o Camarista do Paço popularmente conhecido como Camarista Meier de onde vem o nome da comunidade e do bairro onde a história se tornou mais contundente.   

Passeando pela Serra dos Pretos Forros poderemos afirmar que deste ponte ponto se desenrolou a história da Zona norte do Rio desde sua povoação.  Nela podemos certificar que continua de pé a Fazenda São Francisco de Paula, moradia do Camarista Meier, a Sede Campestre do Nevada Praia Clube, antigo Pedra Negra, onde grandes nomes do futebol brasileiro marcaram suas presenças: Zico, Edu, Antunes, Romario, Ury Geller, Marco Antonio, Robson Pereira, Paulo Dias, Indio, Jedi. 

Com certeza ainda terei muito o que escrever neste espaço.

Deixe uma resposta

Parceiros